É incrível o poder que tem a religião, uma instituição socialmente aceita e supostamente inofensiva, de  induzir pessoas boas e supostamente sãs a realizarem coisas inimagináveis.