Concordância Nominal

O (a) mais … possível” – “Os (as) mais … possíveis” – “O (a) pior … possível” – “Os (as) piores …” – “O (a) melhor … possível” – “Os (as) melhores … possíveis”
O adjetivo “possível”, nas expressões “o mais …”, “o pior …”, “o melhor …” permanece no singular.

Com as expressões “os mais …”, “os piores …”, “os melhores …”, vai para o plural.

Exemplos:
Os dois autores defendem a melhor doutrina possível.
Estas frutas são as mais saborosas possíveis.
Eles foram os mais insolentes possíveis.
Comprei poucos livros, mas são os melhores possíveis.