DICAS DE PORTUGUÊS

este, esta, isto; esse, essa, isso; aquele, aquela, aquilo


Em relação ao tempo, usamos este, esta, isto para representar o tempo presente; esse, essa, isso, para o passado recente ou para o futuro; aquele, aquela, aquilo, para o passado remoto. O grande problema é distinguir o passado recente do remoto, pois duas pessoas podem ter interpretações diferentes para a mesma frase.

Quando o verbo estiver conjugado no pretérito imperfeito do indicativo (cantava, vendia, partia), usa-se aquele, aquela, aquilo; com o pretérito perfeito do indicativo (cantei, vendi, parti) é uma questão de estilo: o que julgar que é passado recente usará esse, essa, isso e o que julgar que é passado distante usará aquele, aquela, aquilo. Por exemplo:

Este ano é o ano das mudanças!

Nesse domingo, irei a Águas de Santa Bárbara.

Essas olimpíadas foram horríveis para os atletas brasileiros.

Em 1922 aconteceu a Semana de Arte Moderna; naquela época, havia muitos poetas eminentes.


(“Naquela época”, pois observe o verbo no pretérito imperfeito do indicativo – havia)

Em 1984 casei-me; esse foi um dos melhores anos de minha vida.

(“esse”, pois para mim, apesar de fazer 16 anos, é passado recente; para outra pessoa poderia ser distante)